Entender mais a fundo as habilidades em torno do pilar de motivação e a sua importância. 

 

O que te motiva a empreender?

– ter um propósito bem diferente.

– não ter medo de inovar.

– superar os desafios e empreendendo

Como começa? A partir de um sonho grande:

Seja de transformar a vida de uma parcela da sociedade, de garantir uma vida melhor para si e sua família, de causar impacto em um setor de negócios e se tornar destaque, ou mesmo o conjunto dessas três coisas.

Entenda a fundo o que realmente te move a seguir realizando um empreendimento,

IMPORTANTE: relembre esses motivos diariamente.

-a trajetória será repleta de desafios e dificuldades.

– o empreendedor acabará se esquecendo do que o motiva.

A motivação e propósito devem ser sempre lembrados e difundidos dentro de uma organização, independente de seu tamanho.

 

motivação interna (ou intrínseca) está relacionada às necessidades, interesses, objetivos e valores de um indivíduo, sendo os fatores que o movem pessoalmente a executarem algo, e que estão sob um maior nível de controle do indivíduo em questão.

motivação externa (ou extrínseca) está relacionada a fatores advindos do ambiente, como incentivos, recompensas, oportunidades e valorizações a partir de outras pessoas (ou até de si mesmo).

Enquanto líder de um empreendimento, é fundamental possuir motivações internas bem definidas, pois se as motivações externas estiverem acima daquilo que te move pessoalmente, desistir perante dificuldades pode se tornar algo frequente em tudo aquilo que você tenta realizar. 

 

A habilidade de comprometimento diz respeito à capacidade de se manter pessoalmente envolvido com comportamentos e esforços que beneficiem a sobrevivência e constante desenvolvimento de seu empreendimento. 

 Estabelecer propósitos e objetivos pessoais bem definidos para o ato de empreender .

 Reforçar e relembrar a si mesmo de tais propósitos e objetivos constantemente, seja através de post-its, leituras diárias, ritos pessoais, ou outras maneiras que chamam a sua atenção;

– Analisar e entender quais ações a serem executadas reforçam tais propósitos e quais podem gerar afastamento deles, buscando evitar, sempre que possível, propor e realizar essas que se distanciam muito dos seus objetivos;

Buscar maneiras de reconhecer e recompensar avanços, boas execuções e conquistas a partir das ações, tanto suas, quanto de seus colaboradores, visando equilibrar motivações internas e externas.

A habilidade de persistência se refere à capacidade de ação perante obstáculos e desafios, variando seu comportamento quando necessário, mas se mantendo firme rumo aos seus objetivos.

Avaliar a complexidade do desafio ou obstáculo em questão.

– Entender quais desses recursos você possui, e quais você ainda precisa obter ou desenvolver.

 Observar quais desafios ou obstáculos se demonstram recorrentes em seus processos, 

 Buscar outras alternativas para visualizar e enfrentar obstáculos .

Evitar ações que gerem maior culpa ou punição quando ocorrem insucessos .

A autoconfiança diz respeito à habilidade de uma pessoa se manter segura sobre sua própria capacidade para executar uma tarefa (especialmente as mais difíceis Persistência, são importantes algumas outras, como:

– Após identificar quais recursos um desafio requer e garantir que os possui, prepare-se para enfrentá-los .

–  Lembre-se sempre de seu nível de propriedade sobre os processos e recursos necessários para realizar uma tarefa ou enfrentar um desafio;

– Busque manter uma postura de abertura à falhas e possíveis aprendizados,

– Nesse sentido, manter-se aberto a novas visões e opiniões também é importante para evitar um excesso de autoconfiança .

A coragem para riscos se refere à habilidade de calcular os riscos de ações, avaliando consequências, alternativas e possibilidades, de modo a ter certo controle sobre os resultados Buscar novas maneiras de evoluir e avançar seu negócio/projeto, estando atento ao surgimento e criação de oportunidades para tal;

  • Avaliar quais riscos as oportunidades encontradas oferecem
  • Comparar possíveis resultados de diferentes oportunidades,
  • Garantir que possuí recursos o suficiente para poder arcar com possíveis resultados negativos .

 

Para entender como desenvolver essas demais habilidades em seu cotidiano e seguir se tornando um(a) empreendedor(a) cada vez mais bem preparado(a) para os desafios do mundo dos negócios lembre-se dos seus objetivos e metas o tempo todo. Parece ser uma dica bem “boba”. Mas é o que os grandes empreendedores fazem e está dando certo.

Borá colocar em prática.

Att.,

Sandra Tarallo

Preparo Profissionais Para o Mercado Inovador

Site: sandratarallo.com.br

Especialista em Negócios

Rede: @sandratarallooficial

Criadora @secretariadoremotoespecialista

Idealizadora de + 20 projetos

+3mil alunos em 10 países

(Visited 6 times, 1 visits today)
×